A toda a Família Carmelita

Caros Irmão e Irmãs no Carmelo!

Gostaria de, neste momento, vos dirigir a todos uma saudação fraterna e amiga!Como certamente sabeis, no passado mês de Abril – 21 a 23 –, o Comissariado Geral da Ordem do Carmo esteve reunido em Capítulo na nossa Casa Beato Nuno, em Fátima. Tomámos decisões e traçámos orientações para o triénio 2008-2011. Foi eleito um novo Conselho do Comissariado. Os meus confrades pediram-me para exercer o serviço de Comissário-Geral. Nessa condição, aproveito este excelente veículo de informação para saudar toda a Família Carmelita. Esta Família engloba todas as instituições e pessoas que se inspiram na Regra de Santo Alberto e na tradição e valores contidos na Espiritualidade Carmelita. É agradável sentir que sou irmão entre muitos irmãos espalhados pelo mundo e, de um modo particular, presentes em Portugal. E que todos procuramos encarnar na vida o ideal carmelita: “pela Oração, viver em Fraternidade ao serviço dos Irmãos”.

Agradeço ao Comissário-Geral anterior o seu empenho e dedicação. Agradeço ao Conselho que o ajudou e acompanhou. Agradeço a todos os confrades o trabalho e ânimo colocados na vida do Comissariado, de um modo particular àqueles que colaboram mais directamente com os diversos ramos da Família Carmelita. Agradeço a todas as monjas a sua oração e afecto. Agradeço a todas as outras religiosas que assumem o ideal carmelita para a sua vida. Agradeço a todos os animadores dos diversos locais onde há instituições e pessoas ligadas ao nosso carisma.

Ao iniciar esta missão, apelo ao vosso sentido de Família Carmelita.

Que todos caminhemos lado a lado ao longo deste triénio! Procurarei colaborar com todos, dentro das minhas possibilidades! Estarei disponível para acolher as vossas sugestões e partilhas de vida! Que todos vivamos como “ramos da mesma videira”, que é Jesus e o seu Evangelho!

Podeis contactar-me, via e-mail: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Que Nossa Senhora do Carmo vos proteja e ajude com a sua presença maternal.

Unido no Carmelo,

Frei Agostinho Marques de Castro, O. Carm.

Caminhos Carmelitas

  • A fortaleza
    A fortaleza. Faz-nos imensa falta para superar os medos, os cansaços, para saber viver com as próprias fragilidades sem desanimar e com as fragilidades do mundo sem violência nem cinismo. A...
  • São as “grandes coisas” que festejamos na Assunção de Maria
    “A minha alma engrandece o Senhor e o meu espírito exulta de alegria em Deus, meu Salvador” (Lc 1,46-47). Nesta frase há dois verbos: engrandecer e exultar. Maria exulta por causa de Deus....
  • Solenidade da Assunção de Nossa Senhora
    – O caminho de Maria rumo ao Céu começou com aquele «sim» pronunciado em Nazaré, como resposta ao Mensageiro celeste que lhe anunciava a vontade de Deus em relação a ela. Na realidade, é...
  • 19º Domingo do Tempo Comum – Ano C
    “Estai vós também preparados“ (Lc 12, 40) Na página evangélica do 19º Domingo do Tempo Comum – Ano C, Jesus apela aos seus discípulos para que vivam em constante vigilância para captar a...
  • Santa Teresa Benedita da Cruz – 9 de Agosto
    Hino ao Espírito Santo I Quem és tu, / Doce luz que me preenche / e ilumina a obscuridade do meu coração? / Conduzes-me como a mão de uma mãe / E se me soltasses, / não saberia nem dar mais um...
  • Tudo me fala de ti. Só tu és
    Tudo o que vejo me leva para Deus. O mar na sua imensidade faz-me pensar em Deus, na Sua infinita grandeza. Então sinto sede do infinito. Quando penso que quando for carmelita, se Deus quiser, terei...

Santos Carmelitas