Jesus é o melhor presente que Deus Pai nos dá

alt

 

Partiram então a toda a pressa

 

Os pastores, depois de ter ouvido a mensagem do Anjo, disseram uns para os outros: «“Vamos até Belém” (…). Partiram então a toda a pressa» (Lc 2, 15s). «Apressaram-se»: diz, literalmente, o texto grego. O que lhes fora anunciado era tão importante que deviam ir imediatamente (…). Apressaram-se… sem demora. Na nossa vida ordinária, as coisas não acontecem assim. A maioria dos homens não considera prioritárias as coisas de Deus. Estas não nos premem de forma imediata. E assim nós, na grande maioria, estamos prontos a adiá-las. Antes de tudo faz-se aquilo que se apresenta como urgente aqui e agora. No elenco das prioridades, Deus encontra-Se frequentemente quase no último lugar. Isto – pensa-se – poder-se-á realizar sempre. O Evangelho diz-nos: Deus tem a máxima prioridade. Se alguma coisa na nossa vida merece a nossa pressa sem demora, isso só pode ser a causa de Deus. (…) Deus é importante, a realidade absolutamente mais importante da nossa vida. É precisamente esta prioridade que nos ensinam os pastores. Deles queremos aprender a não deixar-nos esmagar por todas as coisas urgentes da vida de cada dia. Deles queremos aprender a liberdade interior de colocar em segundo plano outras ocupações – por mais importantes que sejam – a fim de nos encaminharmos para Deus, a fim de O deixarmos entrar na nossa vida e no nosso tempo. O tempo empregue para Deus e, a partir d’Ele, para o próximo nunca é tempo perdido.

 

Bento XVI

 

O Natal és tu...

 

O Natal és tu, quando te dispões, todos os dias, a nascer de novo deixando Deus entrar no teu coração! A Árvore de Natal és tu, quando, com a tua força e coragem, resistes aos ventos e dificuldades da vida! A Luz de Natal és tu, quando a tua vida de bondade e paciência, de alegria e generosidade ilumina o caminho dos outros! O anjo de Natal és tu, quando consegues cantar a mensagem de paz, justiça e amor para toda a gente! A Estrela de Natal és tu, quando consegues guiar alguém até à alegria do encontro com Jesus! O Cântico de Natal és tu, quando vives em harmonia interior e espalhas harmonia à tua volta! O Presente de Natal és tu, quando vives como verdadeiro amigo e irmão de quem precisa de respeito e reconhecimento. O Cartão de Boas-Festas de Natal és tu, quando a tua bondade está escrita nos gestos de amor que ofereces aos outros!

 

Papa Francisco (adaptação)

 

Como poderemos alguma vez louvar suficientemente?!...

 

Um Deus desce do Céu onde é adorado e louvado para salvar uma criatura ingrata e culpada. Como poderemos alguma vez louvar suficientemente e agradecer a este Menino que vem a nós e que nos pede como recompensa de tudo o que faz por nós que nos demos a Ele sem reserva? Oh! Jesus quem ousará recusar-Vos este coração que ganhastes tão bem, que amastes até Vos fazerdes semelhante a ele, até Vos deixardes depois crucificar por carrascos cruéis? Depois ainda não achastes que bastava, foi preciso que ficásseis sempre junto da vossa criatura, e desde há mil e oitocentos anos estais prisioneiros de amor na santa e adorável Eucaristia. 

 

Santa Teresa do Menino Jesus

Caminhos Carmelitas

  • 24º Domingo do Tempo Comum – Ano C
    Assim haverá alegria entre os Anjos de Deus por um só pecador que se arrependa (Lc 15, 10) O Evangelho do 24º Domingo do Tempo Comum, Ano C, começa por narrar a reacção de alguns que,...
  • Oração pelo Capítulo Geral da Ordem do Carmo
    De 12 a 27 de Setembro do corrente ano a Ordem dos Irmãos da Bem-Aventurada Virgem Maria do Monte Carmelo realiza o seu Capítulo Geral, em Sassone (Roma-Itália). Apresentamos a oração pelo Capítulo...
  • Tempo da criação – 13 – 20 de Setembro
    DIA 13. “Não haverá uma nova relação com a natureza, sem um ser humano novo. Não há ecologia sem uma adequada antropologia. Quando a pessoa humana é considerada apenas mais um ser entre outros, que...
  • Oração a São Nuno
    Pai Santo, em Jesus Cristo mostrastes a São Nuno de Santa Maria o valor supremo do Vosso Reino. Para o acolher, ele pôs a render, como servo fiel, os dons que lhe concedestes, no serviço a Deus, à...
  • Tempo da criação – 6 – 12 de Setembro
    DIA 6. “Às vezes nota-se a obsessão de negar qualquer preeminência à pessoa humana, conduzindo-se uma luta em prol das outras espécies que não se vê na hora de defender igual dignidade entre os...
  • 22º Domingo do Tempo Comum – Ano C
    E serás feliz por eles não terem com que retribuir-te (Lc 14, 14) A reflexão que o Papa Francisco fez neste 22º Domingo do Tempo Comum – Ano C, foi inspirada no Evangelho de São Lucas que narra a...

Santos Carmelitas