Bodas de Ouro Sacerdotais de D. Vitalino Dantas

alt

Santuário do Sameiro - Braga

03. Agosto 1968 | 03. Agosto. 2018

Parada de Gatim - Vila Verde (Braga)

04. Agosto.1968 | 05. Agosto. 2018


António Vitalino Fernandes Dantas nasceu em Santa Marinha de Oleiros, Vila Verde, Arqui­diocese de Braga), a 3 de Novembro de 1941.

Filho de Manuel da Silva Dantas e de Rosa Augusta Fernandes.

Aos 5 anos foi residir para Parada de Gatim, também do concelho de Vila Verde.

Entrou no Seminário Carmelita da Falperra em 1957.

Fez o Noviciado em Longra-Douro (Felgueiras) em 1960 / 61; a Profissão Simples, em 8 de Setembro de 1961 e a Solene, em 10 de Julho de 1965.

Iniciou os estudos de Filosofia e Teologia no Instituto "Sedes Sapientiae" dos Padres Domini­canos, em Fátima, de 1961 a 1966 e terminou-os na Universidade de Mogúncia, Alemanha, que frequentou a partir de 1966.

Recebeu a ordenação sacerdotal a 3 de Agosto de 1968, no Santuário do Sameiro, Braga, das mãos de D. António Ribeiro.

Continuou os estudos nas universidades de Mogúncia e de Friburgo, na Alemanha, ocupan­do-se, simultaneamente, na pastoral dos emigrantes.

Regressou a Portugal em 1966, onde exerceu diversos cargos na Ordem do Carmo em Por­tugal, à que pertence.

Foi pároco de Santo António dos Cavaleiros e Frielas de 1977 a 1984.

Bispo Auxiliar do Patriarcado de Lisboa, nomeado a 3 de Julho de 1996, com o título de Tlós, na Turquia, e ordenado a 29 de Setembro de 1996, na igreja dos Jerónimos, pelo Cardeal Patriarca de Lisboa, D. António Ribeiro.

Anteriormente, a nível diocesano, foi membro do Conselho Pastoral Diocesano e Consultor eclesiástico do Secretariado Executivo da Comissão Nacional das Comemorações dos 5 Sécu­los de Evangelização e Encontro de Culturas Reitor da Igreja de Nossa Senhora da Conceição, no Largo do Rato, em Lisboa.

Em 25 de Janeiro de 1999 foi nomeado bispo de Beja, tendo tomado 11de Abril de 1999.

Ao atingir os 75 anos de idade, como prescrito nas leis da Igreja, apresentou a Sua Santidade o Papa Francisco o seu pedido de resignação, que lhe foi concedido.

Pode ver mais em: https://www.youtube.com/watch?v=VMQUagCnAac

 

Caminhos Carmelitas

  • Rezar todos os dias do Advento 2022 – 1ª Semana
    Domingo, 27 de Novembro: Estar preparado Portanto, vigiai, porque não sabeis em que dia o vosso Senhor vem. (Mt 24, 42). O que significa para mim “estar vigilante”, “atento” e “preparado” para...
  • Discernimento: a consolação
    Outro elemento do discernimento é a consolação; trata-se de uma experiência profunda de alegria interior, tão suave e delicada como uma gota de água que cai numa esponja, mas tão audaz que não se...
  • Para chegar à meta
    Digo que importa muito, ter uma grande e muito determinada determinação de não parar enquanto não alcançar a meta, surja o que surgir, aconteça o que acontecer, sofra-se o que sofrer, murmure quem...
  • “Hoje estarás comigo no Paraíso”
    Este ladrão roubou o paraíso. Ninguém antes dele ouviu uma promessa semelhante: nem Abraão nem Isaac nem Jacob nem Moisés nem os profetas nem os apóstolos. O ladrão entrou à frente deles todos. Mas...
  • Discernimento: por que estamos desolados?
    Continuando com o tema do discernimento, deixai que vos fale hoje da desolação, daquele estado de espírito que traz consigo um pouco de insatisfação, uma tristeza salutar, uma sadia capacidade de...
  • Todos os Fiéis Defuntos da Família Carmelita – 15 de Novembro
    Acima de tudo e mais que tudo, pede a Deus, por intercessão do Santo Patriarca São José, a graça da boa morte, porque é a graça das graças, e todas as outras graças sem ela, seriam para ti...

Santos Carmelitas